dylanmania

gostava de escrever um romance que começasse na fracção de segundos que dura o som das baquetas nos aros da bateria no início de 'like a rolling stone'. ou então um compêndio de música. ou uma história da arte. ou até do mundo.

4 comentários :